sexta-feira, 13 de julho de 2012

“O conceito de gênero tem se banalizado”, afirma socióloga peruana


“A violência contra a natureza é um símbolo da violência contra as mulheres: é violada e maltratada. Temos que considerar a natureza não como um recurso, mas como um bem que possui direitos. Quando nós, feministas, falamos de nosso corpo como território e quando falamos da natureza como território, as semelhanças são notáveis”, afirma a socióloga peruana Virginia “Gina” Vargas.

Deputado ingressa com projeto que regulamenta prostituição


O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) protocolou na manhã da passada quinta-feira (12) projeto de lei (PL 4211/2012) que visa regulamentar a atividade de profissionais do sexo. De acordo com o deputado, o projeto tem como objetivo garantir que o exercício da atividade do profissional do sexo seja voluntário e remunerado, afastando os profissionais de um submundo de marginalização.

''Mães'' da Igreja : as mulheres que moldaram a vida da Igreja primitiva


A afirmação de Paulo em Gálatas – "Não há mais diferença entre homem e mulher, pois todos vocês são um só em Jesus Cristo" – deve ter parecido extraordinária para a sua audiência. Esqueça o voto e o direito à educação: o mundo de Paulo era um mundo em que as meninas eram rotineiramente abandonadas ao nascer, e as mulheres não podiam testemunhar no tribunal. Mas se as palavras de Paulo inquietaram os seus ouvintes, o comportamento das mulheres que traziam essas palavras em seu coração deve ter sido verdadeiramente chocante.

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Mina Ahadi: contra o apedrejamento e a favor da liberdade das mulheres


Viver sob ameaças não intimidam a revolução de Mina pelo direitos das mulheres. Ela fundou em 2001 o Comitê Internacional contra o Apedrejamento, e desde então salvou oito mulheres e três homens (condenados por serem homossexuais) da pena de morte. Conseguiu atenção mundial nos casos das iranianas Sakineh Ashtiani e Nazanin Fatehi, condenadas ao apedrejamento acusadas de terem cometido adultério.

Estupros cotidianos -a história de Marie Nzoli-


Segundo levantamento do American Journal of Public Health, divulgado em 2011, 48 mulheres do Congo são estupradas a cada hora, 1,1 mil a cada dia e 400 mil por ano. Kivu do Norte é uma das regiões mais afetadas pela violência sexual. 67 mulheres a cada mil foram estupradas pelo menos uma vez na província do país atingido por duas guerras civis e com conflitos em curso. Num cenário onde parece não haver mais esperança, a congolesa Maman Marie Nzoli trabalha duro para encorajar e provar o contrário à comunidade por meio da COPERMA, ONG fundada por ela junto a um grupo de 17 mulheres em 1983.

Por uma maior participação das mulheres na Igreja


Lucetta Scaraffia tem verdadeira veneração por Bento XVI e se define como "feminista". Sua batalha? Que os homens na Igreja cedam parte do seu poder para as mulheres, que trouxeram "tantas riquezas" ao longo desses 2.000 anos de cristianismo. Esta mulher vivaz de 64 anos, olhos cinzentos profundos, eminente historiadora, é uma lutadora que se gaba de ter o apoio de Joseph Ratzinger.

As agências de modelos e o tráfico de pessoas



A dona de uma agência de modelos de São José do Rio Preto (SP) está sendo investigada por tráfico de pessoas. A modelo rio-pretense Ludmila Verri, 21 anos, depôs ontem à CPI do Tráfico de Pessoas, na Câmara dos Deputados, em Brasília, e disse ter sido explorada nos 40 dias em que permaneceu na Índia, em 2010. A jovem e a irmã L., na época com 15 anos, foram enviadas a Mumbai pela agência de modelos Raquel Management, de Rio Preto, investigada pela Polícia Federal por tráfico internacional de pessoas. “Ao que tudo indica, são agências de fachada, que traficam seres humanos do Brasil para todo tipo de finalidade”, disse ontem o deputado federal Arnaldo Jody (PPS-PA), presidente da CPI.

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Número de denúncias de crimes contra mulheres em MG já supera o total de 2011


De janeiro a junho de 2012 foram 76 ligações, contra 59 em todo o ano passado. Considerando o mesmo período, o número é quase cinco vezes maior – nos seis primeiros meses de 2011, foram 15 denúncias. O combate à violência é um processo longo, que passa pela desconstrução da violência como fenômeno natural.

Tráfico de Pessoas: é possível combater?


A erradicação do tráfico não implica apenas a libertação de pessoas escravizadas, mas se fazem necessárias complexas e profundas mudanças de práticas e cosmovisões culturais, bem como uma redefinição da racionalidade econômica.

Em 2 anos, Minas Gerais teve crescimento de 47% de prostituição infantil


Minas Gerais teve um crescimento de 47,3% no número de pontos vulneráveis a prostituição infantil nas estradas que cortam o estado. Os dados são do Mapeamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que aponta 1.776 pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias federais do Brasil.

Leis contra homossexuais e prostitutas aumentam as infecções pelo HIV

O relatório “HIV e Direito: riscos, direito e saúde”, lançado ontem, 09 de julho, em Nova York, informa que as leis que penalizam os grupos com maior risco de contágio do HIV como prostitutas e homossexuais acabam por dificultar a luta contra a disseminação da aids no mundo. A conclusão da pesquisa, que teve duração de 18 meses, exibe notícias de países que mudaram suas leis e já tem resultados efetivos na luta contra aids.

Mulheres ainda têm pouca visibilidade na política


As agendas das mulheres ou lutas comunitárias das mulheres não são sequer visibilizadas dentro dos partidos. As mulheres estão muito mais para fazer as bases e ser público de manobra, cabo eleitoral, seja em eleição de conselho tutelar, que é uma prática muito similar a eleições de vereadores, em que as mulheres estão na linha de frente das lutas comunitárias, mas na hora H, de chegar e disputar esse poder, elas não contam

Censo sobre Religião: Para onde vai o catolicismo no Brasil


O Brasil perde por dia mais de 400 fiéis. A partir do censo que retrata e mapeia a realidade, o Evangelho de Jesus nos interpela. E parece que nos aponta o caminho de redescoberta de nossa verdadeira vocação de fermento na massa e pequeno e fiel rebanho.

terça-feira, 10 de julho de 2012

Extremistas religiosos no Afeganistão executam mulher acusada de adultério

video

Após leitura do Alcorão um grupo extremista próximo de Cabul executaram perante cerca de 150 testemunhas uma mulher acusada de adultério. O fato dentre muitos ocorridos foi divulgado em um vídeo e revoltou autoridades e todos quantos assistiram .

Cafetões de NY criam "bordéis móveis" e delivery de prostitutas


As autoridades de Nova York tentam combater os chamados "bordéis móveis", serviços de prostituição oferecidos em caminhões que circulam pela cidade. O problema tem chamado a atenção das autoridades em particular no bairro de Queens, para onde migraram cafetões e prostitutas depois da "limpeza" feita pela polícia em Times Square, em Manhattan.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

A Igreja Católica, o poder e o êxodo das mulheres


Aqueles que exercem o poder na Igreja fizeram escolhas que contrastam com a liberdade e a dignidade das mulheres, na vida privada. Agora, não acabou somente o tempo das ambiguidades teológicas e devocionais; mais radicalmente, acabou o tempo de alianças instrumentais. É preciso redefinir a relação desde o início, colocando no centro a fé em Deus.

Idoso é preso suspeito de favorecer prostituição de adolescente em BH


Um idoso de 77 anos foi preso suspeito de favorecimento de prostituição de adolescente na noite desta quinta-feira (5), no bairro Milionários, na Região do Barreiro, em Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), uma adolescente de 16 anos contou que ele pagava a ela de R$ 10 a R$ 20 e lhe oferecia sanduíche e pizza em troca de relações sexuais. 

Profecia e consciência:a atual situação da Igreja Católica


Há muita coisa a ser repensada, e um lugar privilegiado aberto para a profecia e o pensamento utópico... E a Igreja latino-americana? Leio um belo texto de Jon Sobrino sobre os pobres, também na linha da sempre presente reflexão de Gustavo Gutiérrez, mas há relativamente poucas reflexões sobre a necessidade de mudanças. Onde estão os bispos, os teólogos, os agentes pastorais e os cientistas sociais que marcaram Medellín e Puebla e colocaram a Igreja da região na vanguarda das opções?

França: prostitutas protestam contra abolição


Dezenas de prostitutas e trabalhadores de sexo protestaram, na passada sexta-feira, contra o projeto de lei que prevê a abolição da prostituição e a penalização de clientes, em Lyon, na França.  A legislação é defendida pela ministra dos Direitos das Mulheres Najat Vallaud-Belkacem que afirmou que esta é uma forma de proteger as mulheres do comércio sexual no país.

Mulheres cientistas e o boson de Higgs

Por trás do que seria a maior descoberta da física em décadas não está um cientista barbudo e introvertido, mas sim uma mulher que insiste em reforçar a ideia de que, perante a ciência, todos são iguais. Fabiola Gianotti é a líder do experimento Atlas, que detectou no Cern os sinais claros de uma nova partícula que poderia ser o bóson de Higgs.

A rotatividade religiosa


Aos 24 anos, Eddie Lima está na quarta igreja e não vê problema em experimentar cultos distintos atrás do melhor lugar para praticar sua fé. "Comecei na Assembleia de Deus e não era o meu perfil, achava muito restritivo em relação ao comportamento", diz o estoquista, que nos cultos da Igreja Evangélica Apostólica do Verbo Amar, na zona norte da capital, participa como músico e vocalista da banda.