sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Mais um caso de morte


 Carla Kreefft
Mais um caso de assassinato de mulher pelo próprio companheiro. A violência de gênero cresce de forma acelerada no Brasil sem que nada seja feito efetivamente para combatê-la.
O mais triste de tudo isso é que essa morte, assim como tantas outras, poderia ter sido evitada. São mortes anunciadas pelos próprios assassinos. A violência é, quase sempre, denunciada ao poder público quando ainda se limita à agressão física e verbal. Mas a incompetência dos órgãos destinados a prevenir e combater a criminalidade impede que as vidas dessas mulheres sejam poupadas.

Procuradora de Nova Lima morta pelo ex-marido havia registrado queixa de ameaça contra empresário

A procuradora federal de 35 anos que foi assassinada a facadas pelo ex-marido na madrugada desta quinta-feira (2) em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, havia registrado queixa de ameaça contra ele. De acordo com a Polícia Civil, o registro policial foi feito na última sexta-feira (27).O crime ocorreu dentro da casa da procuradora de Nova Lima, Ana Alice Moreira Melo, que morava no condomínio de luxo Vila Alpina, na rua Adamello, no bairro Vale da Mutuca.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

O olhar do teólogo: Aumento da prostituição


J. B. Libanio
           A prostituição permite ser analisada desde muitos ângulos e os juízos psicológicos, éticos e sociais dependem da ocular. Visto sob o lado machista, é um aviltamento escandaloso do homem e da mulher. O homem desce às condições de puro animal. Pior que animal, pois usa sua razão em vista de satisfações estritamente instintivas. Sob o ângulo da mulher, esconde tanto sofrimento e fatalidades que nos deixam perplexos. Basta um mínimo de conversa com o coração atribulado de muitas mulheres para que mergulhemos nesse oceano de dor.

Crescimento do fenômeno da prostituição nas grandes cidades

“Procura-se meninas para trabalhar como acompanhantes de executivos”. Basta uma ligação. Logo a voz do outro lado da linha, geralmente feminina, explica como funciona o serviço. “Tem que fazer de tudo”. E uma das primeiras perguntas é referente à idade: “Quantos anos você tem?”. Por telefone as informações são gerais: cachê, horário de trabalho e experiência.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Precisamos voluntários/as para a Pastoral da Mulher de BH


A missão da Pastoral da Mulher não poderia realizar-se sem a colaboração de voluntários/as. Para este ano 2012 queremos seguir ampliando e aprofundando nossas ações e vamos continuar precisando de novos agentes para distintas atividades.

Ex-prostituta brasileira sai "do inferno" e ajuda outras na Espanha


"Vida fácil? É ruim!" O desabafo é da goianiense V.R.B., que viajou a Madri para se prostituir, sem saber que teria que fugir para se livrar de uma rede de traficantes de mulheres. Agora ela usa sua experiência para salvar outras brasileiras.

Esquema de 'revenda' de vítimas de exploração sexual dribla autoridades na Europa


Especialistas no combate à prostituição forçada na Europa alertam para um fenômeno crescente: a comercialização de mulheres como mercadorias entre diferentes países e cidades. De acordo com um relatório compilado pela ONG espanhola Red española contra la trata de personas, a partir dos dados de 26 organizações internacionais, a revenda de mulheres, muitas delas menores de idade, aumentou em 50% nos últimos cinco anos e movimenta cerca de US$ 7 bilhões por ano (R$ 12 bilhões).

Paquistão: religiosa fala sobre mulheres que sofrem violência

“No Paquistão, as mulheres aprendem desde pequenas que os homens têm o direito de maltratá-las”: foi o que disse uma religiosa paquistanesa, que trabalha em um centro da Diocese de Faisalabad, que recebe o apoio da “Associação Ajuda à Igreja que Sofre”.

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Vagas de emprego disponíveis nos Sines da Prefeitura



A discriminação das mulheres a partir da antiga Palestina


Carmen Sílvia Machado Galvão (Teóloga leiga, socióloga e escritora)
Em nossos dias, muitas mulheres ainda são oprimidas e sofrem discriminação, por serem mulheres, pela maternidade, por serem teoricamente mais fracas e, às vezes, por causa da cor, do estado civil, da pobreza ou da solidão. Se ela é velha e pobre, corre o risco do abandono e da miséria. Se jovem, movidos por interesses sensuais, aparecem muitos benfeitores, mais na busca de uma conquista, como se ela fosse um troféu de grife, um mero objeto de prazer, descartável. No Antigo Testamento, em função do regime patriarcal, a mulher era oprimida. E hoje?

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Mulher afegã assassinada pelo marido por ter tido mais uma filha


O casal, que tinha três filhas, uma delas nascida há apenas três meses, teve uma discussão sobre o sexo das crianças. O marido tornou-se violento, acusando a mulher, Storay, de 22 anos, de não ter filhos homens, e estrangulando-a.

Mulheres são 93% dos titulares do Bolsa Família.


O Programa Bolsa Família prioriza a mulher como responsável por receber o benefício. Nas 13,3 milhões de famílias atendidas, 93% têm mulheres como titulares para o recebimento. Os dados são do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Policia prende mãe que aliciava filhas para prostituição e homem por tentativa de estupro

Foi presa na fim tarde de quinta-feira, em Maravilha, no Extremo-Oeste de Santa Catarina, uma mulher de 43 anos, suspeita de favorecimento a prostituição. Ela aliciava as duas filhas, uma de 11 e outra de 12 anos. A Polícia Civil prendeu também um homem de 36 anos, suspeito de tentativa de estupro.