sexta-feira, 30 de março de 2012

A roleta russa da prostituição


Patrícia Perquin trabalhou como prostituta por quatro anos no Distrito da Luz Vermelha de Amsterdã. Ela precisava pagar dívidas gigantescas que havia feito por ser viciada em compras. Uma amiga a aconselhou a trabalhar como prostituta. "Nunca", pensou Patricia. Três semanas depois ela estava sentada atrás de uma das conhecidas vitrines. A sua experiência rendeu-lhe um livro. "Não há manual para esse tipo de vida".

Exhibição do filme "mulheres de 50" na casa do Graal em BH: Hoje às 19.00 h

video


Este documentário revela de maneira leve e divertida temas que fazem parte do dia-a-dia de mulheres que desde meninas já sentem os desafios que terão de encarar pela vida. Amor, liberdade, casamento, sexo, solidão, trabalho, independência, violência, homens...tudo revelado a partir do olhar e da sensibilidade feminina. Um filme para mulheres e homens de 20, 30, 40, 50... "A mulher: aos 50 anos ela olha pra si mesma e se vê como é, sai e vai para onde ela bem entender."

Filme recomendado: ALBERT NOBBS

video

Baseado na peça de teatro encenada na Broadway, "The Singular Life of Albert Nobbs", a trama gira em torno de uma mulher (Glenn Close) que, para poder trabalhar e sobreviver na machista Irlanda do século 19, decide se passar como homem. O filme mostra muito bem o sofrimento das mulheres naquela época.

Posto, logo existo -Martha Medeiros-

Começam a pipocar alguns debates sobre as consequências de se passar tanto tempo conectado à internet. Já se fala em “saturação social”, inspirado pelo recente depoimento de um jornalista do “The New York Times” que afirmou que sua produtividade no trabalho estava caindo por causa do tempo consumido por Facebook, Twitter e agregados, e que se vê hoje diante da escolha entre cortar seus passeios de bicicleta ou “alguns desses hábitos digitais que estão me comendo vivo”.

quinta-feira, 29 de março de 2012

Prostituição em regiões com grandes obras no Norte e Nordeste


Ativistas dos direitos femininos denunciaram à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que investiga a violência contra a mulher o aumento crescente de prostituição infantil e de prostíbulos em comunidades onde há grandes obras de construção de hidrelétricas, sobretudo no Norte e Nordeste do País.

Apologia da prostituição na Copa em Mato Grosso


A pouco mais de dois anos do início da Copa do Mundo no Brasil, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso e a Polícia Civil de Várzea Grande, cidade próxima à capital Cuiabá, uma das sedes do mundial, investigam uma agência de modelos itinerante suspeita de usar sem autorização produtos da Fifa e ainda infringir o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Perdão (Maria Clara Bingemer)


A palavra perdão por si mesma carrega em si toda uma concepção antropológica. Ensina que ser humano é mover-se em uma economia não da troca, não do comércio, mas do dom. Somos feitos para o dom, não para as relações interessadas e comerciais em que a sociedade de consumo nos põe.  O perdão significa, então, a ênfase nisso que é constitutivo de nossa identidade.  Per-dão quer dizer persistir no dom, insistir em dar.  Mesmo  após a ofensa, a ruptura não se dá.  Porque uma das partes insiste, persiste, per-doa. 

Pastoral da Mulher de BH realizou encontro de formação de novos voluntários


Realizou-se nos dias 26 e 27 de março na sede da Pastoral da Mulher de BH um Encontro de Formação de voluntários com o tema: “Ser voluntário da Pastoral da Mulher no serviço às mulheres em situação de prostituição”.

''Não tenham medo do sexo''. Diálogo com Carlo Maria Martini



"A sexualidade humana é percorrida por um 'dinamismo vertical' ou 'ascendente', por uma força interior que a leva a ser, pouco a pouco, instrumento e lugar de amizade profunda e de intimidade de almas, até se tornar, na visão cristã, uma preparação para aquela grande comunhão dos corações que é o fim da humanidade a caminho".

Sites de turismos ligam o Brasil a prostituição infantil


Todos nós sabemos que o Brasil é um lugar abençoado por Deus, com belos lugares, belas cidades litorâneas, belas paisagens e tudo mais; esse tudo mais que esta levando o Brasil a ser reconhecido la fora como país de turismo sexual.

Programa 10.000 mulheres


A Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP) e o IE Business School, renomada escola espanhola de gestão, desenvolvem o projeto 10.000 Women, patrocinado pelo banco de investimentos Goldman Sachs. O programa dará oportunidade a dez mil mulheres ao longo de cinco anos em todo o mundo. No Brasil, mil mulheres poderão participar da capacitação. Durante as aulas,  as alunas terão de lições de empreendedorismo e serviços de apoio ao empreendedor para que alavanquem seus negócios.

quarta-feira, 28 de março de 2012

STJ institucionaliza a prostituição infantil

Autor: Luis Nassif

A decisão do STJ institucionaliza no país a prostituição infantil. Ao considerar que não havia crime de estupro do adulto que pagou pelos serviços sexuais de uma criança de 14 anos, institui o vale-tudo sexual.Essa tragédia é de responsabilidade direta da demanda, dos adultos que pagam pelos serviços sexuais das crianças. Há uma dimensão cultural nesses abusos, especialmente em regiões menos desenvolvidas. Trata-se de pedofilia sim, em cima de crianças socialmente indefesas.

STJ absolve acusado de estuprar meninas de 12 anos

Um acusado de estuprar três meninas de 12 anos foi absolvido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) nesta terça-feira. A relatora do caso, ministra Maria Thereza de Assis Moura, não considerou crime porque as meninas eram prostitutas.

terça-feira, 27 de março de 2012

Clara de Assis: a coragem de uma mulher apaixonada (Leonardo Boff)


Há 800 anos, na noite de 19 de março de 1221, dia seguinte à festa de Domingos de Ramos, Clara de Assis, toda adornada, fugiu de casa para unir-se ao grupo de Francisco de Assis na capelinha da Porciúncula que ainda hoje existe. As clarissas do mundo inteiro e toda a família franciscana celebram esta data que significa a fundação da Ordem de Santa Clara espalhada pelo mundo inteiro.

Igrejas: versão religiosa do Big Brother?

Bauman no seu livro A ética é possível num mundo de consumidores? (Zahar, 2011) compara os atuais grupos humanos a verdadeiros ninhos de vespas. Segundo o autor, há uma notória ausência de centros dotados de autoridade, onde se possam construir regras para alianças e respostas para os desafios. As pessoas vivem sem referenciais, buscando elas próprias preencher o vazio gerado por tal ausência.

Espiritualidade é não se conformar com as injustiças... (Tributo a Domitila Barrios de Chungara)

Domilita Barrios de Chungara, que foi uma das mais importantes ativistas da Bolívia, faleceu no dia 7 de março em Cochabamba, na casa humilde em que viveu toda a sua vida. Domitila tinha 75 anos e morreu de câncer no pulmão.

segunda-feira, 26 de março de 2012

Barcelona proibirá prostituição de rua


A prostituição será banida das ruas de Barcelona antes de junho. Para isso, serão modificados dois artigos da lei de civismo, em vigor desde 2006. Esta proposta de reforma feita pelo Partido Popular foi aprovada com o apoio do também conservador Convergência e União, embora tenha recebido a rejeição de socialistas, verdes e republicanos, que consideram que, desta maneira, não se resolve o problema da prostituição e deixa as mulheres ainda mais vulneráveis à manipulação das máfias.

Espanha: rede de prostituição tatua código de barras em jovem

Agentes da Polícia Nacional da Espanha libertaram no sábado uma jovem de 19 anos que estava sob poder de uma rede de exploração sexual de mulheres no país. As autoridades desarticularam duas quadrilhas lideradas por um cidadão romeno e seu sobrinho, que aplicavam duros castigos físicos às vítimas que tentavam fugir. A vítima resgatada, segundo a polícia, teve tatuado em seu pulso um código de barras, sendo que logo abaixo havia a indicação da quantidade de dinheiro que ela devia à organização criminosa.

Prostitutas do Bangladesh forçadas a tomar esteróides


As prostitutas adolescentes do Bangladesh são forçadas a tomar esteróides utilizados para engordar gado para aumentarem o apetite e ganharem peso, ficando com curvas que não só disfarçam a sua extrema juventude num país onde é ilegal fazer sexo antes dos 18 anos como as tornam mais atraentes para os clientes que gastam menos de um euro pelos seus serviços em bordéis improvisados de bairros miseráveis do país asiático.