sábado, 21 de julho de 2012

Quando a Igreja vira circo

Quando certos padres, e "presbiretes”, viram palhaços, "cuspidores de fogo na Igreja”,transformam celebrações litúrgicas em shows. Buscam na verdade minutos de glória fugaz para si, tratam a assembleia dos fiéis como uma massa de dementes e desvirtuam o espírito do Vaticano II. Com isso causam a alienação do fiel, o qual vira um mero expectador.

Capital mundial do estupro: na África do Sul, uma mulher é violentada a cada 27 segundos


No país do arco-íris, uma menina tem mais chances de ser estuprada do que aprender a ler; a Sida é epidemia nacional.
A cada 27 segundos uma mulher é abusada sexualmente na África do Sul. Uma em cada três sul-africanas será violentada pelo menos uma vez na vida. Um em cada três sul-africanos irá estuprar uma mulher.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Em "Elles", Juliette Binoche investiga a prostituição

Binoche interpreta Anne, uma jornalista de classe média alta, da revista "Elle". Com um perfil família, ela, que é casada com um executivo, Patrick (Louis-Do de Lencquesaing) e mãe de dois filhos, empenha-se em escrever uma ampla reportagem sobre universitárias que trabalham como garotas de programa.

A indiferença ante a violência sexual no Brasil contra crianças e adolescentes


O Brasil convive, tragicamente, com uma espécie de 'epidemia de indiferença', quase cumplicidade de grande parcela da sociedade, com uma situação que deveria estar sendo tratada como uma verdadeira calamidade social.
Segundo  o Mapa da Violência, foram registrados em 2011 no Brasil 7.155 casos de estupro entre 10,4 mil casos de violência sexual (que incluem assédio e atentado violento ao pudor), a maioria praticada pelos próprios pais (além de padrastos) contra as filhas de 10 a 14 anos; ou por conhecidos próximos (como amigo ou vizinho) no caso de meninas de 15 a 19 anos.

Rota da prostituição em São Paulo

video

Mulheres e travestis agem tranquilamente em diferentes pontos da capital paulista. Além da disputa por clientes, eles também facilitam a venda de drogas em diversos pontos da cidade.

Mulheres trabalham mais que os homens, diz Estudo

Dados são de relatório divulgado nesta quinta-feira pela OIT. Jornada feminina é de 58 horas semanais, contra 52,9 dos homens. As mulheres trabalham mais horas do que os homens, considerando o tempo trabalhado fora e dentro de casa.

Jovens negras têm menos acesso a escola e a trabalho, mostra relatório da OIT


O afastamento das jovens da escola e do mercado de trabalho, em um percentual bastante superior ao dos homens, é fortemente condicionado pela magnitude da dedicação delas aos afazeres domésticos e às responsabilidades relacionadas à maternidade, sobretudo quando a gestação ocorre durante a adolescência.

Como cuidar bem de Você!: 40 dicas


1. Caminhe de 10 a 30 minutos todos os dias e sorria enquanto caminha.
2. Ore na intimidade com Deus pelo menos 10 minutos por dia, em segredo, se for necessário.
3. Escute boa música todos os dias. A música é um autêntico alimento para o espírito.

Mulher fica mais atraente no período fértil, diz pesquisa da USP


Na fase mais fértil do ciclo menstrual, mulheres são consideradas mais atraentes pelos homens do que quando estão na fase menos fértil.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

EVIDÊNCIAS DO TRÁFICO DE SERES HUMANOS EM ANGOLA


O tráfico de seres humanos ganha alguns sinais evidentes em Angola, disse o director nacional de Investigação Criminal, comissário-chefe Eugénio Pedro Alexandre.

Tráfico de Pessoas movimenta 32 bilhões de dólares ao ano


De acordo com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNDOC), a rede do tráfico de pessoas é altamente lucrativa e ocupa o terceiro lugar na economia mercadológica do crime organizado, perdendo apenas para o tráfico de armas e drogas.  Atinge cerca de 2,5 milhões de vítimas e movimenta aproximadamente, 32 bilhões de dólares por ano. Estima-se que 700 mil mulheres e crianças passam todos os anos pelas fronteiras internacionais do tráfico humano. Isso sem contabilizar o tráfico interno, que no País é alarmante.

Religiosos convocam congressistas na erradicação do tráfico de seres humanos.

Os mal-amados na Bíblia, por Nancy Cardoso Pereira


Mesmo reconhecendo que as narrativas bíblicas desconhecem as formas contemporâneas da experiência de amor e de romance, é possível identificar núcleos narrativos que se constroem a partir das relações homem-mulher marcadas pela contemplação, pelo desejo e sexualidade. A narrativa do amor de Jacó por Raquel que motiva o trabalho dobrado (Gênesis 29,20), a narrativa trágica do amor de Siquém por Diná em Gênesis 34 e os acontecimentos violentos que se seguem, a história de Noemi, Rute e Boaz, os muitos amores e desejos de Davi (1 Samuel 18, 19 e 20 ; 2 Samuel 11) a relação incestuosa de Amnom e Tamar (2 Samuel 13) tematizam estas relações sempre articuladas com questões de poder, propriedade ou legitimidade.

Grupo pede descriminalização da prostituição na Inglaterra


Com a aproximação da Olimpíada de Londres 2012, a capital inglesa observa com mais atenção um debate em torno da prostituição e outros fatores que influenciam diretamente a prática, como imigração, desemprego e violência sexual.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Banalização da sexualidade: Chester Brown retrata em gibi sua decisão de se relacionar apenas com prostitutas



O sexo banalizou-se, sendo tratado pela sociedade como um produto a ser consumido.  Sem espaço para o fascínio, a ternura, a comunicação, o  cuidado, as pessoas se convertem em mercadorias. Vejam a seguinte noticia :
"O amor romântico? Não existe. Pagar por sexo é melhor". O livro “Pagando por sexo” de Chester Brown foi lançado em 2011 e editado no Brasil este ano pela WMF Martins Fontes. Realizado e emocionalmente impassível, Chester Brown, um dos monstros sagrados da HQ moderna, se revela em um relato cheio de detalhes, provocativo e irreverente da sua experiência com prostitutas.

Sucesso do Grupo "Começar de Novo" na Feira de Santa Maria


O Grupo de Produção de Bolsas Artesanais “Começar de Novo” apoiado pela Pastoral da Mulher, participou com sucesso, no último fim de semana, da Feira de Santa Maria, importante evento latino-americano da economia solidária e do comércio justo e solidário.

Conexões femininas com Deus na história, na psicologia, na poesia


Os leitores vão obter inspiração sobre por que as imagens masculinas de Deus permanecem dominantes, por que as mulheres são associadas com o pecado, e por que a noção de sacerdotisas ainda desperta um sentimento tão negativo. Muitos vão ficar satisfeitos com a conclusão de DeConick de que a distorção e o apagamento do feminino na história cristã "é o resultado da antiga misoginia tornada em decreto divino".

Na Índia, crimes sexuais são usados para controlar mulheres


Estupro e agressão sexual estão entre os crimes de maior crescimento na Índia. No dia 9 de junho, ao sair de um clube, após uma noite de diversão com os amigos, uma adolescente foi abordada por dez - talvez 15 - homens, em Guwahati, no nordeste do estado de Assam. Eles cercaram a menina, bateram nela e a despiram nos 20 minutos seguintes. O grupo cresceu para cerca de 40 homens, até uma equipe de televisão e a polícia chegarem ao local.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Garota de programa que denunciou estupro é morta a tiros no centro de Betim


Uma garota de programa foi executada a tiros no fim da noite de segunda-feira no local onde trabalhava em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O crime pode ter sido uma queima de arquivo. Segundo a PM, Cleunice testemunhou um estupro da uma criança cometido pelo irmão desse suspeito, que é traficante conhecido da região.

Dicas de cinema: "Valente". Coragem é coisa de mulher



“Valente”, uma espécie de viagem de iniciação, trata da relação mãe-filha, ao abordar temas como a transformação, a aceitação do outro e o preço a ser pago pela maturidade.  A protagonista  se revolta contra os padrões de educação da rainha-mãe, e busca aventuras fora do castelo. É uma heroína feminista.

Alemã conta como vive sem dinheiro há 16 anos após doar tudo que tinha



Você se atreveria a se desfazer de suas posses mais valiosas e enfrentar a vida sem um tostão no bolso? Foi precisamente isso que a alemã Heidemarie Schwermer fez há 16 anos. Ela disse à BBC que este estilo de vida só lhe trouxe felicidade.

O casal de moradores de rua: a simples e velha honestidade


"O gesto do casal repercutiu no Brasil e foi, no geral, bem-vindo como indício de que nem tudo está perdido, no mesmo momento em que na própria estrutura de poder a anomalia da corrupção compromete o sentido democrático da vida política. O gesto, aliás, não é novo nem raro. São frequentes casos semelhantes de dinheiro alheio achado e devolvido ao dono desconhecido de quem o acha, geralmente por meio da polícia", escreve José de Souza Martins, sociólogo. Segundo ele, "o homem que achou o dinheiro declarou que gostaria que sua mãe o visse agora, pois ela se orgulharia dele. Eis a questão. Lançado para a margem da sociedade, reteve, como um bem pessoal e imaterial que é, o antimoderno sentido da honra".

Ciúme em excesso : 'doença' que pode gerar violência


Uma história de amor iniciada há quatro anos que terminou em agressão e morte por ciúme excessivo. É assim que pode ser resumido o relacionamento do corretor de imóveis Bruno César Augusto Ribeiro, 30 anos, com sua mulher, a ex-modelo Babila Teixeira Marcos, 24.
Considerado por muitos o “tempero das relações”, o ciúme é um sentimento comum a quase todos os humanos e pode até mesmo ter desempenhado papel fundamental na evolução da espécie. Segundo teorias da psicologia evolucionista, é uma característica biológica que herdamos de nossos ancestrais, que usaram esse sentimento como um mecanismo de sobrevivência.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Aumentar pena para exploração sexual não reduz abusos

Apenas aumentar a pena de pessoas que submetem crianças ou adolescentes à exploração sexual não vai reduzir a incidência do crime no Brasil. Em alguns países a pena chega a 30 anos de prisão. Esses países, nem com uma pena alta, conseguiram conter esses abusos. O trabalho preventivo e o fortalecimento do atendimento são mais importantes do que a detenção.

O fantasma da beleza feminina. Entrevista com Gilles Lipovetsky



"Na nossa sociedade, a beleza não é mais uma questão pessoal, porque já faz parte plenamente da economia capitalista: através do design, do gosto, da publicidade, dos consumos em geral. Mas ela atua segundo modalidades complexas, que implicam grande atenção pelas nuances.

Faltam estrutura e pessoal para atender mulheres agredidas na Bahia


Na capital, milhares de processos e de inquéritos estão parados. No interior, faltam unidades especializadas. No sistema prisional, detentas são desrespeitadas, sobretudo as grávidas.