sábado, 6 de fevereiro de 2016

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Retiro da Pastoral da Mulher de BH



Na passada sexta feira (5), aconteceu  no Centro Loyola  o 1º retiro  da Pastoral da Mulher de BH, Unidade Oblata em MG com os integrantes da Equipe . Foi uma excelente oportunidade para iniciar o ano com espirito elevado, reservando um tempo para o silêncio, a contempaçaõ e a partilha.

Carnaval: campanha esclarece limites entre "paquera" e "assédio"

 O guia divulgado nas redes sociais mostra que ações como uma "cantada", uma piadinha machista ou uma puxada no cabelo são todas assediosas.

“Por favor, me dá um beijo”: Formas de sentir vergonha alheia no Carnaval

Uma cena recorrente que presencio no carnaval é uma sequência de nãos seguida de um pedido “por favor, me dá um beijo'', normalmente com um sujeito que vai pegando no corpo da outra pessoa sem autorização.Dignidade? Ninguém sabe, ninguém viu. Sabe o fundo do poço? Pois bem, lá tem um alçapão onde esse pessoal consegue ir aonde nenhum homem jamais esteve.

Violência contra a mulher - o que fazer em caso de agressão

A violência doméstica passou a ser um assunto discutido pela sociedade, governo e, principalmente entre as próprias mulheres, que antes permaneciam sem sigilo quando agredidas por seus maridos ou parceiros. Hoje em dia, elas buscam ajuda e começam a perder o medo de denunciar seus agressores. Pelo menos é o que mostra uma pesquisa feita pelo serviço de denúncia 180, específico para violência contra a mulher.

Esta campanha mostra o ridículo da objetificação das mulheres na publicidade

A publicidade muitas vezes se utiliza do sexismo e da objetificação de mulheres para vender produtos. Com isso em mente, a agência americana Badger and Winters resolveu dar um pulo fora da curva e explorar a crescente movimentação feminista dos últimos anos, principalmente nas redes.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

A Pastoral da Mulher de BH entra no clima de carnaval


A  Pastoral da Mulher de BH, Unidade Oblata em MG, celebrou a festa de Carnaval num clima muito festivo e descontraído. O evento promoveu o empoderamento feminino e a defesa dos direitos da mulher através de musicas com letras, elaboradas para a ocasião, fortemente reivindicativas. De fato o nome do nosso improvisado bloco carnavalesco é  “Filhas da Luta”.

Homens abandonam mães de bebês com microcefalia em Pernambuco

Em Pernambuco, Estado com maior número de notificações de microcefalia, muitas mães têm sido abandonadas pelos companheiros após descobrir que o filho do casal é portador da má-formação. Médicos ouvidos pela reportagem relatam que os casos são cada vez mais frequentes e afetam principalmente jovens em relações instáveis.

Lygia Fagundes Telles é a primeira mulher brasileira indicada ao prêmio Nobel de Literatura

A escritora Lygia Fagundes Telles, autora de clássicos como As Meninas e Ciranda de Pedra, foi indicada ao prêmio Nobel de Literatura. O nome da autora foi encaminhado nesta quarta-feira (3) pela União Brasileira de Escritores (UBE) à Academia Sueca e foi eleito por unanimidade pelos seus membros, de acordo com informações do UOL.

Da periferia para a universidade: “Sei que vou sofrer preconceito”

Egressos de escola pública vivem euforia da aprovação em universidades públicas em meio à preocupação sobre como conseguirão se manter em outras cidades e Estados.

Assédio é tão comum no Carnaval quanto confete e serpentina

 “Vocês, feministas, não se cansam de falar de violência?”, provocava um conhecido, em um desses dias que correm soltos por aí. “Sim, a gente se cansa”, respondi. “Eu acho muito chato falar de violência. Mas pior ainda é sofrer calada. Legal vai ser quando a gente puder parar de falar dela, porque não tem mais nenhum homem praticando uma violência contra uma mulher”, completei, visivelmente mal-humorada.

As babás brasileiras humilhadas e sexualmente assediadas na Irlanda

“As crianças jogavam as coisas no chão e diziam ‘pega escrava'”. “Minha refeição era inferior à do restante da família”. “De repente, senti um negócio duro nas minhas costas, ele se esfregando em mim”. Babás na Irlanda, jovens brasileiras relatam assédio e humilhações

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Elas organizam e fazem a folia acontecer em Belo Horizonte

Sim, elas podem fazer a festa mais linda e tomar a frente nas decisões que ditam a folia de BH.Conversamos com algumas das mulheres que assumem a frente de blocos diversos.

Condenação do grupo Riachuelo revela o adoecimento de trabalhadoras da moda

 Funcionárias da Guararapes, grupo Riachuelo, entram para a jornada de trabalho na fábrica em Natal, Rio Grande do Norte (Fotos: Lilo Clareto/Repórter Brasil)

O grupo Riachuelo foi condenado a pagar pensão vitalícia a uma trabalhadora em mais uma ação que envolve denúncias de abusos físicos e psicológicos e mostra os problemas do sistema de “fast fashion'' e sua relação com grandes marcas da moda. A costureira, segundo seu relato, era pressionada a produzir cerca de mil peças de bainha por jornada. Por hora, colocar elástico em 500 calças ou costurar 300 bolsos. Na ação, ela revelou que, não raro, evitava beber água para diminuir idas ao banheiro – que eram controladas pelo encarregado.

A violência contra a mulher é um problema cultural e vem afligindo a humanidade


A violência contra a mulher é um problema cultural e vem afligindo a humanidade através dos séculos.A grande repressão sexual, exacerbada a partir do século V até o século XV, reafirmou no inconsciente coletivo a mulher como coisa, nunca levando em conta os seus próprios desejos. 

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Crianças migrantes desaparecidas na Itália cairiam no tráfico e na prostituição

"Acabam escravizados, tanto os pais quanto os filhos, porque devem quantias elevadas, que não conseguirão pagar nunca", contou o jornalista italiano Luca Attanasio . "Quando se trata, ainda, de filhos menores de idade, o drama é ainda maior. Uma vez que estas crianças acabam sendo confiadas às máfias, vivem cenas de extrema violência. São torturadas, espancadas uma e outra vez e chegam a ver seus colegas de travessia morrer. Estas crianças são escravizadas durante o trajeto da viagem e com frequência depois", prosseguiu, ao descrever o mecanismo.

Quem precisa da Barbie, tenha o corpo que tiver?

O anúncio de que a Mattel rompeu com o padrão de sua boneca icônica foi celebrado como um triunfo da diversidade e do consumo consciente, mas vale a pena interrogar-se sobre essa “evolução”.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

10 mil crianças refugiadas desaparecidas desde que chegaram à Europa

Giorgos Moutafis / Reuters
Os dados são da Europol, que alerta para o risco dos menores caírem em redes organizadas de tráfico para prostituição e escravatura.

Angie, a prostituta que quer ser deputada da esquerda no Peru


Fugiu de casa aos 16 anos, farta de apanhar do pai. A prostituição foi seu refúgio, embora logo tenha se tornado um trabalho que hoje, aos 51 anos, quer dignificar. Ángela Villón quer ser deputada no Peru e legislar para as minorias.

Deputado Jean Wyllys divulga documentário de jornalista de Cuiabá sobre prostituição

O deputado federal pelo Rio de Janeiro, Jean Wyllys compartilhou em sua página oficial no facebook na tarde de quinta feira (28) o documentário da jornalista de Cuiabá, Isabela Mercuri, "Puta porque sim: quando a prostituição é feminismo", que dá voz as prostitutas de quatro estados do Brasil que estão na profissão por escolha própria. Ele ainda menciona que foi convidado a dar entrevista para o filme, mas que não pode por questões de agenda.

domingo, 31 de janeiro de 2016

81 anos da chegada das Irmãs Oblatas ao Brasil

Clique e assista o vídeo que relata este acontecimento

No dia 31 de janeiro de 1935, sete Irmãs Oblatas desta Congregação fundada por Pe. Serra e Madre Antônia,  procedentes da Espanha, chegaram ao Rio de Janeiro/Brasil, trazendo o carisma e o compromisso solidário com a mulher que está em situação de prostituição.